Jornalistas prestam homenagem a Ricardo Boechat e emocionam

O jornalista Ricardo Boechat morreu em um acidente de helicóptero nesta segunda-feira (11) em São Paulo. O helicóptero em que ele estava caiu sobre um caminhão no Rodoanel e vitimou outras duas pessoas que estavam na aeronave.

Nas redes sociais, jornalistas prestaram homenagens ao companheiro de profissão que atuava no Grupo Bandeirantes de Comunicação e era colunista da ISTOÉ.

Miriam Leitão: “Meu querido amigo Ricardo Boechat. Não posso acreditar. Eu lhe devo tantos favores, tantas palavras generosas em momentos difíceis. Você foi pessoa linda, jornalista maravilhoso. Ai Boechat, tão cedo, tão cedo amigo”.

Chico Pinheiro: “Conheci Boechat quando ele trabalhou no Bom Dia Brasil, no fim da década de 90. Eu participava de São Paulo e ele interagia com o Renato Machado, no RJ. Cheguei a apresentar o jornal com ele no estúdio. Sempre admirei seu trabalho. Sentiremos sua falta. R.I.P.” 

Tino Marcos: “Ri muito em redação e camarim com o Boechat, alma leve, bom humor. E um monstro na profissão. Sou ouvinte quase diário, sou fã.
Ética, coragem, clareza. O jornalismo perde muito muito. O mundo anda triste demais.”

Milton Jung: “Meu Deus do Céu … deixa o cara com a gente, vai. Nos dá essa chance. Tá difícil de segurar a onda por aqui. Um dia choro por centenas, noutro por dezenas, agora choro por um colega: Ricardo Boechat, agora não! O jornalismo precisa de você. A gente precisa de você, camarada!”.

Jornalistas do Grupo Bandeirantes encerraram o ‘Jornal da Band’, na noite desta segunda-feira (11), com uma salva de palmas. Muito emocionados, os profissionais das redações da TV Band e da Rádio Band News em São Paulo, e da TV Band no Rio de Janeiro e em Brasília, finalizaram a edição do noticiário demonstrando o carinho que tinham pelo âncora.

Evangélicos dizem que Boechat morreu porque mexeu com ungido de Deus

‘Minha sogra trocou o nome do meu bebê, só soube quando vi a certidão’, relata mãe