A caminho do posto de saúde, jovem sofre estupro coletivo e é espancada em BH

Uma jovem de 19 anos sofreu estupro coletivo na tarde desta segunda-feira(18), em Contagem, cidade localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A vítima foi sequestrada quando se deslocava para o posto de saúde no bairro Bernardo Monteiro. Ela foi abordada pelo passageiro de um automóvel Gol, de cor prata, que, armado com arma de fogo e faca, obrigou-a entrar no carro. Dentro do veículo havia mais dois homens.

Em depoimento à polícia, a jovem disse que sentiu cheiro de bebida alcoólica e que os três criminosos aparentavam estar sob influência de entorpecentes e que o veículo estava com o som muito alto. Após ser levada para o carro, um dos homens que estava no banco traseiro arrancou a roupa dela. Os criminosos, então, se revezaram e estupraram a vítima.

O 18º Batalhão de PM, em Contagem, foi responsável pelo registro do caso e os policiais informaram que a vítima ainda chutou um dos autores, na tentativa de se desvencilhar, mas não obteve sucesso e ainda foi agredida. Além de ser estuprada, a jovem sofreu lesões no rosto, no pescoço, nos seios e na barriga.

Após os crimes, os autores jogaram a vítima para fora do carro e fugiram. A moça foi encontrada pela polícia em estado de choque e foi encaminhada ao Hospital Municipal de Contagem, acompanhada pelo noivo e pelos pais, que confirmaram a versão.

Segundo a vítima, o motorista do veículo é um homem negro com cabelo baixo. O homem no banco de carona dianteiro é adolescente, pardo, com cabelo baixo e possui diversas tatuagens (uma delas no pescoço) e trajava camisa de time. O homem no banco de trás é branco e aparenta ter aproximadamente 35 anos, e tem corte de cabelo com uma escrita. 

Até o momento os homens envolvidos nos crimes não foram encontrados. A abordagem ocorreu na esquina da rua Coqueiros com a rua Inês Glansman de Almeida. Qualquer informação pode ajudar nas investigações da polícia, que respeita o total anonimato, e pode ser reportada pelo telefone 181.

“Com medo de morrer, fiquei com namorada abusiva que jogou água fervendo em mim”

Mulher casa com bezerro achando ser encarnação do marido