Gleisi compara Lula a Jesus Cristo, mas acaba sofrendo castigo

A deputada federal Gleisi Hoffmann comparou o ex-presidente Lula a Jesus Cristo no ‘santinho’ de Páscoa que exibiu nas redes sociais neste domingo.

“A ressurreição está nos que lutam: índios, sem terras, pobres, trabalhadores, as verdadeiras causas do Cristo ressuscitado”, diz a mensagem, recheada com imagens de Lula e Jesus Cristo.

Na mensagem, Gleisi colocou uma figura que supostamente representa a imagem de Cristo e o comparou ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que atualmente se encontra preso, citando que as causas defendidas por Jesus eram as mesmas de Lula e por isso houve a crucificação.

Após a postagem nas redes sociais, Gleisi acabou sofrendo um castigo, pois a represália foi enorme entre os cristãos, que não gostaram nem um pouco desta comparação e também refutaram a postagem da deputada.

Um site gospel resolveu fazer uma análise a fundo da postagem de Gleisi, em que diz: “Jesus não foi morto pelos nossos pecados, mas sim por enfrentar um sistema“. Gleisi acabou errando nestas citações e foi refutada pelo site.

Na postagem, a deputada cita ”índios, sem terras e pobres trabalhadores” como as verdadeiras causas da ressurreição e coloca Lula como um grande expoente na imagem.

O site Notícias Gospel Mais refuta e afirma “Jesus Cristo morreu, sim, pelos nosso pecados e não por causas políticas“. Gleisi cita que o problema que levou Jesus a ser crucificado foi um problema econômico, pois ele apresentava um Deus diferente do acreditado por todos na época. Isso porque Jesus, segundo a deputada, apresentava um Deus em que o poder financeiro não era importante.

A polêmica foi instaurada nas redes sociais e a publicação original já contém mais de 600 comentários, sendo a maioria de críticas contra a deputada.

Papagaio é apreendido após avisar traficantes sobre chegada da polícia: ‘Mamãe, polícia’

Maycon fala pela primeira vez após polêmica de ter transado com animais