Patrícia Lélis diz que saiu do Brasil por medo: ‘Eduardo Bolsonaro me ameaçou de morte’

A jornalista Patrícia Lélis – que foi candidata à deputada federal pelo PROS/SP nas últimas eleições – denunciou à Fórum que está sofrendo supostos ataques e ameaças de um médico chamado Gustavo Ramiro, que seria amigo de Eduardo Bolsonaro, seu ex-namorado.

Segundo Patrícia, por conta de sua ligação com o filho do presidente, há dois anos ela vem sendo perseguida e, inclusive, ameaçada de morte, pela internet.

Ela conta que hoje mora no exterior.

“Para quem não sabe, eu escolhi sair do Brasil após as eleições por uma questão de segurança, pois fui ameaçada de morte pelo Eduardo Bolsonaro e, mesmo tendo aberto processo, que hoje corre no STF, entendi que o Brasil não era mais um local seguro para mim e minha família”, alega.

Em uma resposta a um rapaz que comentou um de seus posts ela continuou afirmando que estava sendo ameaçada pelo filho do presidente:

‘Tá faltando assunto na sua vida para você cuidar? Porque até agora recebi um total de 0 mensagens suas tendo empatia com as ameaças de morte de recebi inclusive do filho Eduardo Bolsonaro, filho do presidente e que responde por isso no STF! Tá achando que eu super gosto de ficar longe da minha família, amigos e que viver longe da nossa cultura é super fácil só porque aqui é EUA! VAI A MERDA, sério! Paciência 0, por isso que gente como você raramente chega em algum lugar, costuma morrer aonde nasceu sem ter feito nada de bom para ninguém. Se oriente!’

Imagem flagra um anjo por trás de Wesley Safadão e sua esposa divulga a foto reveladora

Globo aposta em cena quente de sexo lésbico em novela: ‘Homem não faz falta’